Estava eu um dia passeando na minha sessão favorita da Livraria, e de repente, vi esse jogo que falava de cooperativo, isso fez meus olhinhos brilharem! Quando comecei a ler a caixa do jogo, senti-me jogando um RPG de mesa - foi nostálgico -, não jogo isso desde uns 18 anos.... Buum, eu tinha que comprar aquele jogo!

Foi meu segundo boardgame, com certeza é um dos meus jogos favoritos, não é o mais fácil de jogar, nem o melhor de colocar na mesa! Acho que só eu sou apaixonada por esse jogo!

É um jogo da empresa Fantasy Flight Games, trazido ao Brasil pela Galápagos Jogos, foi lançado no ano de 2013 no Brasil com a mesma qualidade do americano, a revisão do padrão de qualidade parece provir da Fantasy Flight que é muito conhecida por prezar pela qualidade, a começar pelas caixas gofradas para dar mais resistência, tamanho das caixas e por aí vai – amo caixas gofradas.

Esse é mais um jogo da coleção Arkham Horror Files, ou seja, também é baseado nas histórias de H.P. Lovecraft, é uma versão um pouco mais simples do famoso jogo Arkham Horror. A ideia de suspense e terror permeia todo o jogo, assim como nos contos do universo de LoveCraft que vai de um acontecimento por vezes banal à loucura, os encontros e lutas com os monstros muitas vezes, mesmo parecendo simples, podem ser mortais para os investigadores.

É um jogo que digo, você vai jogar muitas vezes errado, ele tem muitas regras e muitas minúcias nas regras, então você vai errar. Você tem que jogar e jogar até pegar todas as regras, não vai ser de primeira provavelmente.

A história básica do jogo:

Os investigadores estão encarregados de impedir que o ancião acorde e destrua ou devore o planeta terra. Essa é a missão, todos os investigadores devem trabalhar em conjunto contra o tabuleiro, a fim de resolver as Cartas de Mito e de Mistério para atrasar e impedir a ascensão do inimigo. Os anciões seriam o grande inimigo, são seres extraterrestres que estão na terra desde antes da raça humana existir, esperando para serem acordados, conhecidos como Grandes Anciões, Deuses Antigos ou Outros Deuses do universo Lovecraft. Existe uma seita ou algumas seitas de cultistas trabalhando em prol de acordar um desses anciões e criando a desordem no mundo com a aparição de portais e monstros menores em várias cidades do mapa.

Amo a riqueza de componentes nesse jogo, então veja a versão ilustrada da lista (não sei se é uma coisa só minha, mas adoro ver todos os componentes antes de decidir comprar um jogo normalmente isso não é possível, mas nos meus reviews vou fazer isso!):

Folha do manual com todos os componentes ilustrados.

Primeira parte do jogo será o Setup:

Deverá ser escolhido pelos jogadores qual ancião a ser enfrentado, a partir dessa informação selecionar as cartas de Mistério, Encontros Especiais e de Pesquisa relacionados à aquele ancião. De pose da carta do ancião deverá ser ser montado o baralho com as cartas de Mito de acordo com a cor e a quantidade informado na carta do ancião.

Cada ancião vem com o seu numero do marcador da perdição a ser identificado no tabuleiro, esse marcador da perdição nada mais é, do que um marcador de tempo ou Doom Track que é característico dos jogos de tabuleiros modernos, indicando quantas rodadas aproximadamente aquele jogo vai demorar, evitando que o jogo dure infinitamente,  como algumas partidas de WAR – Acho que todos já tivemos nossas partidas infinitas de WAR, que você desiste de jogar para não ficar mais tempo.

A carta do ancião vem ainda com algumas ações que devem ser executadas quando o pressagio avança, como a ficha do monstro cultista deve ser interpretada e como derrotar o ancião, normalmente é necessário solucionar 3 mistérios. O verso da ficha do ancião indica que ele despertou, para alguns monstros informa que automaticamente todos os investigadores morrem caso ele desperte, outros você ainda tem uma última rodada para tentar impedir.

Os jogadores devem escolher, pelo menos, 1 dos 12 personagens existentes e verificar na carta as ações especiais que podem ser executadas, o local no mapa onde o personagem se encontra e os pertences dentre: cartas de Artefato, Recurso e/ou Feitiços. Além do número de fichas de Vida (vermelho) e Sanidade (azul).

Dica caseira: o jogo ensina você a pegar as fichas quando você perde algum ponto nos índices. Ex: Eu tenho 6 de vida e 1 ficha de vida, na verdade eu teria 5 de vida, pois um foi perdido. Quando jogo em casa prefiro pegar as 6 fichas de vida e colocar sobre o meu personagem, assim quando ele perde eu vou retirando as fichas. Ex: Eu tenho 5 fichas de vida sobre o meu personagem, então ele tem 5 de vida. Faço a mesma coisa para a sanidade, fica mais rápido.

O marcador de Expedição deverá ser colocado sobre o local de acordo com a primeira carta do baralho de Expedições.

As Cidades e suas cores no tabuleiro indicam a cor da Carta de Encontro que você vai pegar e o que vai ganhar ao final se resolver o encontro com sucesso, pode ser fazer aparecer pistas, pode ser receber um feitiço ou um recurso, ou até aprimorar uma proficiência (conhecimento, influência, observação, força e determinação) do personagem, utilizando-se das fichas de aprimoramentos.

As Cartas de Referência irão informar a quantidade de portais, pistas e monstros que devem ser colocados no tabuleiro, de acordo com a quantidade de investigadores, esse é o indicador que deve ser seguido a cada início de rodada, sempre vai parecer a aquele número de portal, pistas e monstros.

Jogando:

Cada rodada se divide em 3 fases,

1-      Fase de Ações:

Nessa fase você decide se o personagem vai viajar (mover-se pelo tabuleiro), preparar para viajem (adquirir bilhetes de viagem), adquirir recursos (tentar, nem sempre os dados cooperam), descansar para recuperar vida ou sanidade, trocar item com algum investigador no mesmo espaço ou fazer a ação especial do seu personagem.

2-       Fase de Encontros:

Nessa fase os investigadores vão poder resolve as Cartas de Encontro de acordo com local onde estão, caso exista um mostro ou portal na cidade eles devem ser resolvidos ou derrotados antes de poder resolver a carta de encontro da cidade.

3-      Fase do Mito:

Avançar o pressagio no sentido horário e, muitas vezes, avançar a perdição; resolver os efeitos de acerto de contas indicados nas cartas; fazer portais aparecerem; fazer monstros aparecerem; fazer pistas aparecerem; adicionar marcadores de rumor; colocar marcadores tétricos.

Bem esse é o jogo, talvez você tenha se sentido sobrecarregado de tanta coisa para fazer, se você pensou isso, esse jogo não é para você!

Caso você tenha ficado instigado com esses componentes, com todas as opções do que fazer, ou como derrotar esses inimigos e salvar o mundo, acho que esse jogo é para você!

Gênero: AmeriThrash

Mecânicas: RPG, Cooperativo, Jogadores com Diferentes Habilidades, Movimento Ponto-a-Ponto, Narração de Histórias.

Nº de Jogadores: 1 a 8 jogadores

Dependência de idioma: Sim, muito texto.

Nota do Jogo:

1 Comment